06/10/2008

Mistério


O mistério começa do joelho para cima.
O mistério começa do umbigo para baixo
E nunca acaba.

3 comentários:

a.lenda.de.despereaux disse...

é um mistério de profundidade misteriosa.

a.lenda.de.despereaux disse...

e se em vez do triângulo fosse um coração?

a.lenda.de.despereaux disse...

Para me desculpar de uma pequena picardia, que acabei por achar estúpida e desnecessária (uma vez que venho aqui para comentar os teus posts).
Aqui vai um poema que expressa qualquer coisa...


Fanatismo

"Minh’alma, de sonhar-te, anda perdida.
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não és sequer razão do meu viver
Pois que tu és já toda a minha vida!
...

E, olhos postos em ti, digo de rastros:
"Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: Princípio e Fim!...""


Florbela Espanca